Psicoativos X Enteógenos

Acho que convém fazer aqui, uma diferenciação entre esses 2 conceitos. Claro que tudo o que eu escrever será apenas minha visão dos fatos, então estejam à vontade para falarem o que pensam também.

Sobre o termo Psicoativos, acredito que nem tenha necessidade de explicação, já que o nome fala por si. Entra nesse grupo qualquer substância que tenha efeito na mente do indivíduo. Café, maconha, cocaína, guaraná, anti-depressivos/calmantes, álcool e milhões de outros.

Os Enteógenos são substâncias que nos colocam em contato com o “sagrado”. Expandem a consciência,  nos levando a  níveis de percepção inacessíveis nos estados normais. É claro que isso acaba ficando subjetivo, pois cada um pode ter sua própria interpretação do tal “contato com o sagrado”. Assim como muitas pessoas frequentam a Igreja Universal, acreditando que doar seu dinheiro à instituição fará sua fé valer, outras podem acreditar até que a cocaína proporciona experiências divinas. E quem sou eu para julgá-los…… Mas o fato é que existem  substâncias que não oferecem riscos físicos ou dependência, e são exatamente estas que são usadas desde os primórdios da humanidade, como ferramentas espirituais. E de fato são as únicas que parecem gerar estes resultados de expansão de consciência. A maioria das pessoas que tomam pela primeira vez a psilocibina (“alucinógeno” presente apenas em cogumelos) relatam intensas experiências místicas/espirituais, de forma a modificar completamente sua visão de mundo. Isso foi comprovado pela matéria que saiu no “Estadão”, sobre a ciência avaliando o poder espiritual dessa substância, na qual já até postamos o link.  Mesmo assim acho que cabe aqui transcrever um pequeno trecho do texto :

” Entre as experiências descritas, houve “senso de pura consciência” e “fusão com a realidade última”, “transcendência do tempo e do espaço”, “senso do sagrado” e emoções como alegria, paz e amor.”

Este tipo de experiência é comum não só com a psilocibina dos cogumelos, mas também com DMT(ayahuasca, e análogos), mescalina (peyote, san pedro), LSA( presente nas sementes de algumas plantas) e o LSD. Alguns não gostam de classificar o LSD como enteógeno, por ser um semi-sintético, mas pra mim isso é um preconceito, pois essa dúvida é facilmente tirada se você tomar um bom doce em meio à natureza. Penso que LSD é enteógeno sim, mas não é tão poderoso quanto os outros, naturais.

Enquanto isso, psicoativos como os da Cocaína e do Ecstasy parecem ir no caminho inverso. Causam dependência, danos físicos e mentais, overdoses ,etc… E além disso, os efeitos dessas substâncias são facilmente entendidos através de lógicas simples de química. Na minha opinião, não há nada de trancedental em se tomar uma “pastilha”.

É por essas e outras que eu acho que é muito conveniente fazer a separação entre Psicoativos e Enteógenos. Todo enteógeno é um psicoativo, mas a grande maioria dos psicoativos NÃO são enteógenos.

Tenham um bom dia, fiquem em paz.

Obtenha mais conteúdo como esse

Inscreva-se em nossa newsteller e receba os novos posts em seu email!

26 respostas
  1. dany3l
    dany3l says:

    irado o post. assim as pessoas podem diferenciar melhor as coisas…. eskequecer velhos preconceitos e adquirir nova consciência sobre o fato.

    acrescentando uma visão pessoal minha.
    Penso que nitidamente podemos diferenciar um agente enteógeno de um apenas psicoativo haja visto os efeitos diretos no seu “eu” interior…
    uma diferença tão visível quanto entre a Alma e o Ego. ou o Feeling e a Técnica

    os enteógenos fazem vc estar aberto e ligado a todo o ambiente em volta e consciente dele.
    Sua cabeça não para de criar coisas novas, Sua alma se expande……

    já psicoativos como pó, bala e afins. te fecham dentro de vc mesmo, fazem vc parar de criar e começar a repetir tudo q vc já sabe, sem adquirir nada novo….. te dão uma felicidade falsa porque nutre o seu ego…

    todo mundo é feliz de bala, mas poucos conseguem ficar felizes ao tomar doce ou cogumelo… isso já explica muita coisa =)

    parafraseando o profile do sandino
    “A verdadeira luz vem de dentro”…. assim como a verdadeira felicidade…

    Responder
  2. Juliana
    Juliana says:

    Manero mesmo esse post, acho q esse ainda é o maior equívoco que as pessoas cometem, não sabem diferenciar então criticam tudo, generalizam.
    Não tenho nada mais a acrescentar…gostei! foi claro nas idéias…
    PAZ

    Responder
  3. alex "cool breeze"
    alex "cool breeze" says:

    so 1 duvida…..
    o lsd pode ser considerado enteógeno mesmo não sendo 1 substancia natural assim como o smurf e a trombeta tocada pelos mesmos???
    1 abç. e admiro mais a galera por se tratar de pensadores e nao simplesmente curiosos…..
    parabens

    Responder
  4. swoboda
    swoboda says:

    Grande Alex!
    Então brother, eu considero o lsd um enteógeno sim, independente de não ser uma coisa natural……pois como eu disse, é só tomar um bom doce em meio à natureza que se percebe o contato com a sacralidade. É normal que as pessoas desconfiem de uma coisa sintetizada pelo homem, mas temos que perder o preconceito e ver as coisas tal como são.
    Mas também vejo que, de fato os enteógenos naturais são muito mais poderosos que o lsd.

    quanto ao smurf e a trombeta, não entendi o que quis dizer…..mas penso que a trombeta está mais pra veneno do que pra enteógeno
    e valeu pelos elogios! abraço
    PAZ

    Responder
  5. Curioso-AL
    Curioso-AL says:

    “…A maioria das pessoas que tomam pela primeira vez a psilocibina (”alucinógeno” presente apenas em cogumelos) relatam intensas experiências místicas/espirituais, de forma a modificar completamente sua visão de mundo…”

    Pessoal, fiquei embasbacado com essa parte.

    Eu tenho um irmão que era muito “cético” (preconceituoso com todos os tipos de religiões e etc). Desses de escrachar os outros mesmo. Há uns tempos atrás ele teve, digamos, uma fase diferente na sua vida. Experimentou vários tipos de psicoativos (maconha, ecstasy e cogumelos). Desde então, tudo mudou. Hoje ele é assíduo religioso (tem um grupo de amigos que ‘estudam a Bíblia, desses grupos jovens) e tem uma visão completamente ‘aberta’ do mundo.

    Bem, sei que vocês já devem estar cansados de ler (ou já passaram pela mesma experiencia!), mas para mim (que nunca tomei a tal pílula do matrix, como ele costuma dizer) é algo completamente curioso.

    Ah! Gostaria de saber com que frequência vocês fazem uso do cogu. (não que eu queira tomar na mesma medida, já entendi que vai de acordo com a filosofia de cada um, só por curiosidade mesmo).

    Abraços a todos.

    Responder
  6. swoboda
    swoboda says:

    Curioso-AL,
    como vc pode ver, esse tipo de mudança que aconteceu com seu irmão é normal em pessoas que experimentam enteógenos. Às vezes, o ceticismo esconde um “Foda-se” bem grande para o mundo espiritual. Mas quando ele é jogado na sua cara de forma clara, como acontece no caso de enteógenos, fica difícil permanecer negando tal realidade.

    quanto à frequência, eu só posso responder por mim. Particularmente não gosto de me impor padrões de frequência para o uso, penso que o “feeling” é mais importante. Já teve vezes que eu tomei cogu mais de uma vez em uma semana, e outras fiquei meses até sentir “o chamado”.
    abraço e muita luz

    Responder
  7. Rodportnoy28
    Rodportnoy28 says:

    Exatamente o que eu penso. Por pura ignorancia a maioria das pessoas ficam se entupindo com drogas sinteticas que so pioram sua saude e tem medo de se encontrar com o s cogus dizendo que amigos viram duendes, que nao ‘voltaram”, por mdedo e falta de coragem pra tomar uma iniciativa verdadeira. AS drogas naturais sao infinitamente superiores em tudo ás drogas sinteticas que vc nao sabe nem qual ingrediente o traficante ta pondo lá , jjuízo na cabeça de todos hein?

    Responder
    • rubens loxa
      rubens loxa says:

      juizo na sua …. o ser humano teria que se drogar uma vez e ficar outros 90 dias sem para que o corpo se desentoxique de forma natural sem causar sequelas entre outros danos a saude de nós seres imperfeitos. se fossemos perfeitos ai é outras história.

      Responder
      • swoboda
        swoboda says:

        Rubens loxa
        De onde vc tirou essa estatística esdrúxula? Pois lhe enganaram… A toxicidade de uma substância nada tem a ver com o fato de ser psicoativa ou não. Cada química possui sua toxicidade particular, não existe essa de “90 dias”. Você por acaso fica 90 dias sem beber café, depois de tomar uma xícara?

        Responder
  8. Messer Alexandre
    Messer Alexandre says:

    falou tudo meu… nada melhor do que conhecer outros mundos… outros lugares. simplesmente mágico e SURREAL!
    é isso ae, muita paz e amor, e VIVA A NATUREZA APRECIANDO-A E RESPEITANDO-A

    Responder
  9. Luan.;)
    Luan.;) says:

    aee glr… um otimo topico! ;D
    não devemos dominar a natureza, mas sim nos comunicarmos com o cosmos, e viver em harmonia com as leis q regem o universo! 😉

    os cogus dar-te-ão uma viajem maravilhosa, cheia de conhecimento, de harmonia e espiritualidade… otimo para o auto-conhecimento e elevação espiritual, assim como vc pode perceber a união de todos os seres do universo! vc entra em contato com outras dimensoes, td se liga, td se une a vc! *.*
    mas ae glr, como q eu encontro um cubensis pelo ceará??? aki não chove mto, e qndo rola uma temporada chuvosa, eu vou atrás dos cogus e eles nao estão lá!!!
    o p. cubensis nasce do estrume de qlqr ruminante?? ou só o zebu?? o.O
    vlw ae glr… tá irado o topico! 😉

    paz e luz.

    Responder
  10. eronildo
    eronildo says:

    olá pessoal!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!gostária muito que vcs me ajudassem a reconhecer os verdadeiros dos falsos cogu… pesso que enviem emails, dando-me maiores esclarecimentos. grato a todos pela atençao; abraços turma!!!

    Responder
  11. janaina valentim
    janaina valentim says:

    toda a vez ki consumi enteógenos…vi e senti coisas ki jamais irei eskecer…me fez crescer com muita energia sem esta falça realidade ki nos cerca…….hj não kero mais perder meu precioso tempo….com coisas irreais ,felicidade comprada em loja…nao vamos levar nada daki mas as senssações com certeza sim …..dejavuu

    Responder
  12. Nicolas Motta dos Reis
    Nicolas Motta dos Reis says:

    Ai galera..em primeiro lugar, os tópicos de todos estão show e ótimo ver que não estou sozinho nesse mundo onde tudo eh um só.! Fui em raves, tomei ácido no mato e entendo de cabo a rabo a essencia do beck, além do contato divino com a salvia…porém gostaria de entender se é a mesma panca com o cogumelo, semelhante à essas q eu citei,,,,,,,,,,vlw galera..mande-me email……ENERGIA

    Responder
  13. Israel Miranda
    Israel Miranda says:

    De forma inusitada vi esse post, achei muito interessante mas de certa forma não atribuo diferenças funcionais correlatas ao significado de PSICOATIVOS imposto pela OMS, onde atribui que qualquer substancia que tenha a capacidade de “alterar” de forma significativa o comportamento humano”, no entanto até onde vão meus conhecimentos, não existe nenhum estudo profundo acerca do uso dessas drogas de forma constante, e tenho uma ideologia propria que qualquer substancia que seja usada de forma aleatória sem um acompanhamento profissional pode ser sem dívida perigosa, pois por mas semelhantes que sajamos possuimos um controle fisiológico próprio e unico que reagira de forma adversa a tal substancia!!

    grato pela oportunidade de participação!

    Responder
  14. meluna
    meluna says:

    Apenas um toque sobre Trombeta ou Datura precisamente, é uma planta muito poderosa um enteógeneo maravilhoso, portanto não para qualquer um é preciso saber usa-la vale apena te-la por perto mesmo que não a use. Quanto a cannabis também é um entéogeno so que so que devido a uma série de politicas idiotas e de pessoas sem qualquer respeito e conhecimento usa a cannabis para fins lucrativo e pervesso.
    Pode crer não faz mal e não provoca desorde na mente´isso é falso e incorreto

    Responder
  15. Bonato
    Bonato says:

    Sei que a bala não é considerada um enteogeno, mas na percepção do meu corpo sim, me deixa em uma vibe muito boa, sinto energia das pessoas, da natureza, fora essa experiência divina e contato espiritual, sei lá, pra mim a bala é muito mais espiritual que o doce, comigo pelo menos é…

    Responder
  16. Guilherme william - mg
    Guilherme william - mg says:

    Eu gostei mt do post, eu vou ser cincero, tem uns meses q eu curto um beque e ja tinha mt tempo q eu era loko p comer cogumelo e ano passado aproveitei a faze q eu tava passando e notei q kda dia q passa vou dscobrindo o meu vdd ego e mudei d mais foi mt acelerado mais tenho um grau d percepsao mt alto facilitou mt e vivi esperiencias espirituais fantastica e vivo ainda pq procuro um conhecimento a kd dia em kd detalhe do dia a dia deste mundo sem era nem bera cheio d mentiras pq eu procuro ser kd dia mais eu msm e n o q o”mundo capitalista e corrupto” quer q agnt seja ond o dinheiro fl mais alto para mts… Ta ai minha ideia basica de cuase td um poko… Salve a livre espressao igualdade e justica… Viva a natureza viva o mundo belo q Deus no deu, a dadiva de viver e ser livre quando aproveitada da melhor maneira n a nd melhor!

    Responder
  17. Augusto
    Augusto says:

    Olá!
    Gosto muito das matérias do seu site, sou psicologo e vivo a procura de auto conhecimento e de enteógenos que me auxiliem a diminuir o égo. Agora está na moda o DMT extraído, fico pensando, o DMT quando é extraído por exemplo de uma jurema preta, ele continua sendo um enteógeno ou perde-se o contexto durante o processo por eliminar a planta e passar por vários processos químicos? Eu gostaria de fazer uma pergunta sobre cogumelos, que é especialidade de vocês. Eu sei que cogumelos mesmo sendo da mesma especie, o efeito e % de alcaloides ativos depende muito do solo onde nasceu por exemplo. Podendo no amanita ter uma variação absurda entre um Amanita e outro. Pois bem, comprei um amanita no aldeiamagica.com.br, o vendedor me pareceu muito confiável, o cogumelo veio triturado e misturado, dividi em duas partes iguais, fiz um chá com a primeira parte e nossa senhora foi algo muito forte. já quando fui fazer um chá com a segunda parte, ou seja a mesma quantia que a primeira, praticamente não senti nada. Isso é normal de acontecer? mesmo sendo um mesmo cogumelo de um mesmo fornecedor? inclusive tava tudo junto num saquinho só. Alguém pode me informar o que aconteceu? ou simplesmente são 100% imprevisíveis os cogus?

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *