Podem os Cogumelos Mágicos Estimularem a Neurogênese?

Pesquisadores descobrem que cogumelos psicodélicos podem estimular a neurogênese

O hipocampo é a peça central da formação de memória no cérebro e apresenta taxas elevadas de neurogênese até mesmo em adultos. Neurônios pigmentados de um rato.

O hipocampo é a peça central da formação de memória no cérebro e apresenta taxas elevadas de neurogênese até mesmo em adultos. Neurônios pigmentados de um rato.

De acordo com um estudo conduzido na University of South Florida, baixas dosagens de cogumelos mágicos (que contém psilocibina) podem apagar a resposta de medo em ratos – que, segundo os pesquisadores sugerem, pode guiar para um tratamento potencial do Transtorno de Estresse Pós-Traumático.

Baixas doses de uma droga psicodélica apagaram a resposta condicional ao medo em ratos, sugerindo que o princípio ativo pode ser um tratamento para transtornos de estresse pós-traumáticos e condições relacionadas, segundo um estudo pela University of South Florida.

O achado inesperado foi feito por uma equipe da Universidade estudando os efeitos da psilocibina no nascimento de novos neurônios no cérebro e no estudo de formação de memórias de curto prazo. O estudo foi disponibilizado online no dia 2 de Junho no jornal Experimental Brain Research, antes da publicação impressa.

A psilocibina pertence a uma classe de componentes que estimulam os receptores de serotonina no cérebro. Ela ocorre naturalmente em certos cogumelos que têm sido utilizados por milhares de anos por culturas  não-ocidentais em suas cerimônias religiosas.

Enquanto estudos anteriores indicam que a psilocibina pode alterar a percepção, pensamento e elevar o humor, as substâncias psicoativas raramente causam alucinações no sentido de ver ou escutar coisas que não estão ali, particularmente em dosagens baixas ou moderadas.

Têm havido um interesse renovado na medicina em explorar o potencial clínico benéfico da psilocibina, MDMA e outras drogas psicodélicas através de pesquisa monitorada e baseada em evidências.

“Os pesquisadores querem encontrar por quê, em baixas dosagens, essas drogas podem ser aditivos seguros e efetivos na psicoterapia para o tratamento de desordens psiquiátricas resistentes ao tratamento comum ou tratamentos adjuntos para certos tipos de condições neurológicas,”, disse o doutor PhD Juan Sanchez-Ramos, professor de neurologia.

O resumo do estudo, “Efeitos da psilocibina na neurogênese no hipocampo e extinção do condicionamento do medo” foi publicado no Experimental Brain Research, em Agosto de 2013.

Note que a organização MAPS – Associação Multidisciplinar Para Estudos Psicodélicos – já está investigando o uso da psilocibina para o transtorno de estresse pós-traumático.

Obtenha mais conteúdo como esse

Inscreva-se em nossa newsteller e receba os novos posts em seu email!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − um =